Subervertendo o ódio

Feliz Natal filme
“Feliz Natal”

Peguei esse filme despretensiosamente e ele acabou revelando-se uma ótima escolha.

Na véspera do Natal de 1914, três grupamentos militares se encontram cara a cara no front. De um lado, franceses e escoceses, do outro alemães.
No meio da neve e dos cadáveres que cobrem o espaço entre as trincheiras, o padioleiro escocês, que ocorre também ser padre, decide pegar uma gaita de foles para animar a noite dos colegas. No princípio, todos estranham.

De repente, do lado alemão, um dos soldados, que por acaso é cantor lírico, se empolga e sai do seu esconderijo cantando o clássico hino das noites de Natal “O Come, All Ye Faithful” (“Oh, Vinde Adoremos”). Os escoceses começam a acompanhá-lo com as gaitas e também deixam as trincheiras.

Os franceses não tocam nada, mas trazem o champanhe para o brinde de Natal.
Num instante todos estão confraternizando juntos para terminar a noite em torno de uma celebração de Natal conduzida pelo padre e subvertendo toda a lógica da guerra.

Veja também:

Comentários

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Deixe uma resposta