Controle remoto

controle remotoE tem gente que ainda pensa que a mídia, a imprensa, os grandes veículos de comunicação, são entidades neutras, imparciais, isentas de interesses que não o de transmitir à sociedade todas as informações relevantes, necessárias e que possam interessar a esta sociedade.

Sim, há pessoas que, mesmo sabendo que a mídia omite ou enfatiza determinadas informações, pensam que isso é feito apenas com base no interesse do público, ou, na pior das hipóteses, influenciado por uma certa demanda comercial do produto “notícia”.

Mas, quando escapa a público certas informações de bastidores, fica claro a quem quiser ver, que a coisa não é bem assim. Além da tal demanda comercial da notícia (leia-se, o que o público deseja ver), há no mínimo um outro lado comercial que influencia o que o público vai ter direito a ver, este, motivado pelas relações dos veículos de comunicação com a concorrência, tentando cada qual “esvaziar” o interesse por eventos, atrações e outras atividades do mundo real que envolvam a concorrência.

A prática, embora não se resuma a tais, é notadamente visível em eventos esportivos, em que os direitos pertencem a um determinado grupo, que acabam sumariamente ignorados pela concorrência, a despeito do interesse que poderiam despertar no público da casa.  A Rede Globo, já versada na prática em eventos como o Oscar, quando transmitido pelo SBT, as 500 milhas de Indianápolis, transmitida pela Band, ou a Copa Européia de Seleções, transmitida pela Record, como aparentemente sugere a matéria “Radicais da Globo querem boicotar esportes olímpicos”,publicada no UOL, informa Daniel Castro, mais uma vez,  a disposição em omitir informações de seu público com base em uma agenda unicamente de interesses corporativos ao ameaçar sumir da sua programação com eventos que possam “impulsionar” a transmissão dos Jogos Olímpicos de, vejam só, 2012! E o porquê disso? Ah, os jogos serão exclusividade de transmissão da Rede Record… Um evento para daqui a 4 anos afetando desde já o direito à informação de um grupo enorme de pessoas.

É claro que, levando-se em consideração todos os interesses possíveis envolvidos no mundo da informação, sejam comerciais, políticos ou ideológicos, podemos ter uma idéia de de quanto o mundo da mídia manipula aquilo que deseja mostrar ou esconder, de acordo com seus interesses.

Veja também:

  • O Dono da TVO Dono da TV A mais nova tentativa de controle governamental sobre a opinião pública desta vez diz respeito à televisão. Se já não bastasse […]
  • Se não está no Google, não existeSe não está no Google, não existe Não pude deixar de observar com interesse e curiosidade a notícia de que a "Justiça obriga Google a excluir páginas que exibem […]
  • A imagem dos jogos, o jogo das imagensA imagem dos jogos, o jogo das imagens Entre críticas e elogios, a abertura dos jogos olímpicos de Londres acabou passando, com bastante propriedade, a mensagem a que, […]
  • Comer FuguComer Fugu O problema com o Fugu, é que além de saboroso, ele também é dotado de um veneno humanamente letal, presente em sua pele e alguns […]

Comentários

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Um comentário sobre “Controle remoto

  1. Concordo plenamente, além disso não estão nem aí para o fato que daqui a 4 anos será no Brasil as Olimpíadas.  O que importa é boicotar a informação do evento que muito provavelmente vai estar transmitindo daqui a 4 anos. Hoje já que é a “concorrente” que transmite a “matéria” é irrelevante. 

Os comentários estão encerrados

Deixe uma resposta