Progresso

Esta é uma antiga historinha que recebi há muito tempo, nos primórdios da Internet, mas que ainda inspira algumas reflexões interessantes.

PROGRESSO

barco de pesca ao sol

Um negociante americano estava no pier em um vilarejo da costa mexicana quando um pequeno barco com apenas um pescador aportou. Dentro do barquinho estava uma quantidade incrível de atum tamanho grande.

O americano cumprimentou o mexicano pela qualidade do peixe e perguntou a ele quanto tempo tinha levado para pegá-los. O mexicano respondeu que foi rápido.

O americano então perguntou:

– Por que você não fica mais tempo fora e pega mais peixe?

O mexicano repondeu que aquilo era mais do que suficiente para sua família e necessidades imediatas.
O americano então perguntou ao mexicano o que ele fazia no resto do tempo.

– Eu durmo tarde, pesco um pouco, brinco com as crianças, tiro a siesta com minha esposa Maria, dou um giro pela vila toda a tarde para beber um gole de vinho e tocar violão com meus amigos. Eu tenho uma vida muito ocupada, señor – disse o mexicano.

O americano zombou:

– Eu sou MBA por Harvard e poderia ajudá-lo. Você poderia gastar mais tempo pescando e com o rendimento comprar um barco maior. Com o rendimento do barco maior você poderia comprar vários barcos e até montar uma frota de barcos de pesca. Em vez de você vender sua pesca para um intermediário você poderia vender diretamente para o processador ou até abrir sua própria enlatadora. Você iria controlar a produção, processamento e distribuição.
– Você iria mudar desse vilarejo de pescadores e se mudar para a Cidade do México, depois para Los Angeles e quem sabe até para Nova Iorque, de onde poderia administrar e expandir seu empreendimento.

O mexicano perguntou:

– Mas señor, quanto tempo isso vai levar?

– 15 ou 20 anos – respondeu o americano.

– E depois, señor? – argumentou o mexicano.

O americano riu e disse:

– Quanto chegar a hora você poderá colocar sua empresa na bolsa e vender as ações. Você ficará rico, vai fazer milhões!

– Milhões, señor!? – E depois?

– Essa é a melhor parte! Depois você poderá se aposentar. Mudar-se para um vilarejo costeiro onde poderá ir dormir tarde, pescar um pouco, brincar com suas crianças, tirar a siesta com a sua esposa, dar um giro até a vila toda a tarde para beber um gole de vinho e tocar violão com os amigos.

Veja também:

  • ReparaçãoReparação Imagine alguém ser solto de uma prisão após 38 anos. Para nossos padrões atuais, é, no mínimo, metade de uma vida. Depois de […]
  • Se Deus não existe…Se Deus não existe… Se Deus não existe... Então, qual a diferença entre algumas crianças, alguns coelhos de laboratório, ou alguns mosquitos da dengue?
  • Brincando de DeusBrincando de Deus A novidade na área da engenharia genética é a notícia da criação de espermatozóides em laboratório. Como sempre acontece quando […]
  • Dilbert: Tartarugas até lá embaixoDilbert: Tartarugas até lá embaixo Essa tirinha é ótima. E me faz inevitavelmente lembrar de um texto de Betsy Childs no qual ela observa a questão das origens e […]

Comentários

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

2 comentários sobre “Progresso

  1. Nossa maior riqueza é a vida, então para que complicar?

    PS: comentei hoje porque se for esperar eu ficar rica e ter tempo para comentar nos blogs dos amigos acho que estarei tão velha e tão consfusa que não vou aproveitar nada.

Os comentários estão encerrados

Deixe uma resposta