O bebê de Stacie Crimm

Mãozinha de bebeStacie Crimm é o nome da mulher que virou notícia ao abrir mão de um tratamento de câncer para não prejudicar sua gravidez.

Stacie, 41, descobriu que tinha um câncer de cabeça e pescoço pouco depois de ficar grávida. Contrariando a tendência de discurso atual, que defende a preservação da vida da mãe em detrimento da do feto, ela decidiu então abrir mão da sua única chance de sobrevivência – uma quimioterapia – para garantir o bom desenvolvimento do bebê em seu ventre.

Sua filha, Dottie Mae, nasceu prematuramente de cesariana, em Agosto, pesando apenas 1kg, após Stacy passar mal em casa. Logo após o parto, a mãe entrou em coma, vindo a falecer três dias depois. Antes, porém, ela teve a oportunidade de ver sua filha em seus braços por um breve momento, graças ao esforço das enfermeiras que comovidas pelo caso, se empenharam em levar por alguns instantes o bebê da unidade intensiva onde estava, para o outro prédio, onde estava a mãe.

A criança, agora, será criada por Ray Phillips, irmão de Stacie, e Jennifer, esposa dele. Perguntado sobre como ele no futuro explicaria a Dottie Mae, sobre o sacrifício da mãe, Phillips respondeu: “Eu não direi nada a ela. Acredito que ela mesma irá tirar suas conclusões”.

Veja também:

  • Feira de ciênciasFeira de ciências Um certo "Josh", lá nos EUA criou um canal pró-vida no Youtube com um desafio no mínimo curioso: "Agora é hora de vc provar que […]
  • Coisas que a gente já sabiaCoisas que a gente já sabia De vez em quando aparece algumas pesquisas científicas reveladoras para confirmar aquilo que todo mundo, ou quase todo […]
  • Eleições: mudanças que não deviam ser ignoradasEleições: mudanças que não deviam ser ignoradas Fenômeno inédito no panorama eleitoral brasileiro foi sem dúvida a influência de uma questão de ordem ideológica (religiosa, […]

Comentários

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Deixe uma resposta