Disputa desleal

bracoO atleta de MMA, Matt Mitrione, foi suspenso pela organização em que atua, por protestar contra a atuação do atleta transexual Fallon Fox, que agora luta com competidoras do sexo feminino. Rudezas verbais à parte, Mitrione levantou a questão de que Fox não deixou de ser biologicamente um homem e sua disputa com mulheres é desleal.

“Ela não é ele. Ele é ele.  Ele é cromossomicamente um homem. Ele teve uma mudança de gênero, não teve uma mudança de sexo”, alegou Mitrione. Suas palavras foram consideradas ofensivas e inaceitáveis. “Homofóbicas”, ou melhor, transfóbicas.

Existe uma razão para haver distinção entre homens e mulheres em praticamente todas as modalidades esportivas. Homens e mulheres possuem diferenças óbvias de estatura média, massa muscular, gordura corporal ou força física.

No esporte, o uso da testosterona, hormônio com papel fundamental na diferenciação sexual, é passível de punição. Atletas mulheres pegas usando doping por testosterona são sistematicamente punidas, porque isto gera uma vantagem artificial sobre as demais competidoras. Mesmo numa competição como o MMA, que tolera o uso desta substância, doses exageradas também são punidas, ainda que sejam em homens lutando entre seus pares. Poderíamos até tentar imaginar o que aconteceria, num evento como os Jogos Olímpicos, por exemplo, caso o precedente fosse estendido a todas as modalidades esportivas.

Sendo assim, é no mínimo estranho, muito estranho, que alguém seja recriminado ao afirmar que há uma disputa desleal quando um homem enfrenta mulheres em uma competição de lutas. Não houve quaisquer críticas ao modo de vida ou decisões pessoais de Fox. Apenas uma análise dos fatos no contexto esportivo.
Quando pessoas, em nome do “politicamente correto”, passam a ser condenadas por dizerem o que é evidente, temos que parar e pensar se algo muito perverso não está acontecendo com nossa sociedade.

A melhor forma de se entender tudo isso, talvez seja considerando que este é apenas mais um desdobramento de uma briga ideológica bem maior, que ocorre fora dos ringues e octógonos. E na qual, pelo que podemos observar, o primeiro grande derrotado já de cara são as mulheres.

Veja também:

  • Carta aberta de Sinead O’Connor a Miley CyrusCarta aberta de Sinead O’Connor a Miley Cyrus Querida Miley, Eu não ia escrever esta carta, mas hoje estive evitando telefonemas de vários jornais desejando que eu […]
  • Não se faz Copa SEM hospitais!Não se faz Copa SEM hospitais! De repente, o gigante acordou (acordou?), e descobriu que estavam organizando uma Copa em torno do berço esplêndido. Não gostou, […]
  • O “Fenômeno” UFCO “Fenômeno” UFC Na noite de ontem, por conta do evento UFC que acontecia no Rio e era transmitido pela TV aberta brasileira, me deparei com um […]
  • Gato por lebre?Gato por lebre? A manchete de hoje no site Última Instância, diz que "Justiça autoriza transexual a mudar de nome e sexo em […]

Comentários

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Deixe uma resposta