O Inocente

Acabei agorinha há pouco de ler o melhor livro do John Grisham.
De todos os treze que já li, vários deles muito bons, por sinal, é o melhor disparado. E duvido que algum dos que ainda restam para eu ler chegará a ser tão bom quanto “O Inocente” (Rocco, 2006), curiosamente um dos raros não-ficção do autor.

“O Inocente” conta a história real de Ron Williamson. Acusado e condenado injustamente por estupro e assassinato de uma jovem em sua pequena cidade, no Oklahoma, meio-oeste americano, Williamson atravessa anos tentando provar sua inocência, enfrentando as falhas dos sistemas policial e judiciário que o colocaram no “corredor da morte”.

Grisham tirou proveito do caso para abordar a questão das condenações injustas, da pena de morte e das falhas do sistema. Como ele diz em nota ao final do volume, “Nem em meu momento mais criativo eu poderia conceber uma história tão rica e com tantos aspectos quanto a de Ron”.

Eu concordo totalmente e recomendo.

Veja também:

  • C. S. Lewis e a distopiaC. S. Lewis e a distopia O livro "Aquela Força Medonha" (That Hideous Strenght), de C. S. Lewis foi incluído na lista dos livros mais "distópicos" de […]
  • Onde Darwin errouOnde Darwin errou Um novo livro lança mais lenha na fogueira dos ataques à teoria evolucionista de Charles Darwin. Só que desta vez, ao […]
  • Subervertendo o ódioSubervertendo o ódio Na véspera do Natal de 1914, em plena guerra mundial, o encontro de três grupamentos militares, com franceses e escoceses, de […]
  • Mensagem permanente de utilidade públicaMensagem permanente de utilidade pública Ao enviar mensagens para múltiplos usuários, proteja a privacidade dos seus amigos (e a sua, por tabela) utilizando a opção […]

Comentários

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Um comentário sobre “O Inocente

  1. Eu li esse livro ha uns dois anos atras. Baseado nessa historia verdadeira mudei a minha posicao quanto a pena de morte. Passei a ser contra. Mas, estou sempre ponderando se realmente ‘ser contra’ a pena de morte é realmente a melhor posiçäo em relaçäo a crimes chamados capitais – basicamente, crimes de morte de maneira premeditada ou similares.

Deixe uma resposta