Desconhecido íntimo

intrusivoFacebook versão móvel avisando de nova atualização para o celular.

Eu clico, prestes a autorizar, e descubro que a nova atualização requisita permissões adicionais de acesso, dentre elas:

• efetuar chamadas para números de telefone sem minha interferência
• baixar arquivos sem me avisar
• obter informações sobre aplicações em execução, o que, segundo a própria nota de aviso, pode teoricamente dar acesso a dados privados destas aplicações.

Além destas, outras já anteriormente solicitadas permanecem:

• ler o status do meu telefone, que significa saber para quem eu estou ligando
• ler e modificar dados dos meus contatos e informações pessoais
• descobrir as contas armazenadas no telefone
• controle de hardware, que permite à aplicação, dentre outras coisas, gravar áudio e registrar imagens com a câmera.

O procedimento segue a forte tendência das redes sociais e serviços online de, a pretexto de maior segurança ou de um atendimento mais personalizado, procurarem estabeler com o usuário um vínculo entre o perfil apresentado na rede e a pessoa que o utiliza no mundo real, através da requisição de dados como número de telefone ou CPF. Mas, uma vez feito este vínculo, tais dados não são suficientes e talvez nem sejam tão relevantes quanto as informações obtidas a partir da rede de contatos do usuário e suas interações. É a partir daí que se extrai detalhes sobre opiniões, gostos pessoais, hábitos de comportamento e todo um histórico pessoal daquela pessoa que agora pode ser identificada e localizada em tempo real por qualquer organização que tiver acesso a estes dados.

Penso um pouco e mando a atualização ir dar um passeio.
Resolvi ficar só com a versão antiga, menos exigente, apesar de ainda muito invasiva para o meu gosto, até que ela tb me mande passear. Ou então até que eu mesmo desista de atender aos caprichos intrusivos dela também.

Se é que isto será possível…

Hamilton Furtado

Veja também:

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Um comentário sobre “Desconhecido íntimo

Deixe um comentário